As Principais Métricas do Marketing de Conteúdo

Um dos maiores desafios para profissionais e agências é mensurar a eficácia dos seus esforços em marketing de conteúdo.

Para atingir os objetivos dos seus clientes com a produção de conteúdo, no entanto, certamente é fundamental mensurar resultados.

Nesse sentido, definir métricas de marketing de conteúdo (e avaliá-las periodicamente) é o caminho mais correto para descobrir se as suas estratégias estão trazendo os resultados esperados.

Há várias e várias métricas de marketing de conteúdo que podem ajudar a medir a efetividade das suas iniciativas com conteúdo.

Selecionamos, dentre elas, as principais métricas do marketing de conteúdo para mensurar a eficácia das suas iniciativas ou o seu ROI.

Vamos lá?

As Principais Métricas do Marketing de Conteúdo

Principais Métricas de Acesso

Visitantes Únicos:

Saber quem é o seu público-alvo é de suma importância para que você consiga criar um conteúdo atrativo e que gere resultados, não é mesmo?

Pois então: é a mensuração de visitantes que nos ajuda a entender o que o conjunto de sua audiência gosta mais.

Muitas vezes confundida com uma métrica de vaidade, na verdade essa métrica ajuda muito na tarefa de identificar se as suas estratégias estão funcionando ou não. 

Ela ajuda a entender, também, como cada conteúdo influencia na estratégia de atração do público.

Principais Links de Origem:

É através destes links que é possível identificar o que está chamando a atenção do seu público-alvo.

Além disso, conhecer os principais links de origem ajuda a identificar uma rede de parceiros em potencial.

Ainda sobre métricas de acesso, outro detalhe é o Local de Origem. Um site tem alcance mundial, e se o seu site tem leitores em vários países, é muito importante focar o conteúdo na região em que seu público-alvo se encontra.

Principais Métricas de Retenção 

Taxa de Retorno:

Mostra a porcentagem de visitas de usuários que já tiveram contato com algum dos seus conteúdos versus a taxa de novos visitantes.

Essa métrica é bem importante, já que sabemos que o relacionamento com cada um desses usuários é diferente.

Taxa de Rejeição:

Essa métrica diz respeito aos cliques de entrada e saída do site. 

Se a pessoa fechou a janela na mesma página em que entrou (sem navegar ou clicar em mais nada no seu site), isso é contabilizado na taxa de rejeição.

Saiba como reduzir a taxa de taxa de rejeição do seu site acessando este conteúdo em nosso blog.

Páginas por Visita:

Diz respeito à quantidade de páginas (ou outros links) que um mesmo usuário visita navegando no site.

Frequência de Visitas:

Mede a frequência com que os usuários voltam até o site (ou a quantidade média de dias que se passaram desde a última visita).

Taxa de Descadastro (E-mail):

Permite que você monitore a quantidade de pessoas que se descadastram da sua lista de e-mails.

Também é importante mensurar a quantidade de novos cadastros.

Seguidores (Mídias Sociais):

O número de pessoas que seguem os perfis e páginas da sua marca nas mídias sociais.

É importante fazer esse número crescer para que mais pessoas sejam direcionadas para o site da marca.

Métricas de Engajamento

Estas métricas ajudam a saber se o seu conteúdo está fazendo com que os visitantes tomem uma ação e com que frequência se engajam com seus conteúdos.

Páginas Visitadas:

Esse número deve ser analisado juntamente com a tempo de permanência.

Ter um número alto de visitantes e uma taxa baixa de permanência significa que os visitantes estão entrando em sua página a procura de uma informação – e não estão encontrando!

Quantidade não é qualidade, e não necessariamente o conteúdo que mais provocar repercussão será o que mais trará conversão.

Tempo Médio de Permanência:

A permanência do visitante em um site é um bom indicador de qualidade.

Se os resultados mostrarem saídas rápidas, é sinal de que algo está errado.

Para tentar melhorar o tempo de permanência em um site, revise os temas dos posts, focando em dúvidas da sua audiência e reavaliando palavras-chave. Além disso, você pode também criar links internos para conteúdos anteriores.

Métricas de Relacionamento

Comentários no blog e nas redes sociais:

Mede a interação das pessoas com o seu material, fornecendo uma boa ideia do nível de engajamento do seu conteúdo.

Os comentários no blog e nas postagens nas plataformas de mídia social ajudam a ter novas ideias para a criação de conteúdo.

Além disso, os visitantes também trocam conhecimento, fazem perguntas, criando assim um relacionamento real com a marca.

Métricas de Conversão

São as métricas mais importantes para o sucesso do Marketing de Conteúdo.

Leads por blog, redes sociais ou downloads:

É importante mensurar resultados como:

  • Por onde o usuário se inscreveu;
  • Quantos artigos foram lidos antes da inscrição;
  • Em que estágio de compra ele está;
  • Quais conteúdos você pode fornecer para aproximar o relacionamento;

Métricas de ROI

O Retorno sobre Investimento.

Essa conta é feita dividindo a receita gerada por um conteúdo pela soma dos custos de produção com os custos de distribuição deste conteúdo.



ROI = Receita Gerada / (Custos de Produção + Custos de Distribuição)

 

Se o  resultado for maior que 1, então o seu conteúdo é rentável.

Este cálculo pode ser feito tanto para um determinado conteúdo quanto para todo o seu marketing de conteúdo 😉 

Estas foram algumas das tantas métricas que você pode utilizar para mensurar os resultados com marketing de conteúdo nos canais digitais dos seus clientes.

Se você tiver interesse em conhecer mais sobre métricas do marketing de conteúdo, recomendamos a leitura dos textos que nos serviram como fontes para este post: este artigo e a lista de 28 métricas da Rock Content.

Quais outras métricas você usa para mensurar performance em suas campanhas de marketing de conteúdo?

Compartilhe as suas estratégias nos comentários!

Compartilhe:
Postado em:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *