4 métricas que você deveria checar semanalmente

Analisar métricas é uma das etapas mais importantes da rotina de quem trabalha com marketing digital.

As estratégias devem ser sempre mensuradas para entendermos os resultados e podermos trabalhar em melhorias quando necessário.

Mas para conseguirmos ajustar as campanhas de marketing visando melhores resultados, é fundamental que tenhamos clareza sobre a frequência com que cada métrica deve ser checada.

Para se obter sucesso nesta empreitada, algumas métricas devem ser checadas mensalmente, outras semanalmente – e algumas até diariamente.

No artigo de hoje vamos comentar sobre 4 das principais métricas que você, se ainda não o faz, deveria checar semanalmente aí na sua agência ou home office.

4 métricas que você deveria checar semanalmente

1 – Origens de tráfego

Apenas o número de “visitas totais” não podem dar uma indicação precisa sobre quais canais estão superando os demais nos resultados.

Portanto, saiba que, se ainda não estão, as fontes de tráfego deveriam estar sendo checadas semanalmente aí na sua agência.

É esta métrica quem nos diz quais campanhas estão realmente apresentando os melhores resultados e em quais mídias você devemos concentrar nossos esforços.

É de suma importância que seja checado quantos visitantes vieram de tráfego direto, tráfego pago, busca orgânica, mídias sociais, email marketing, de links em outros sites, de fontes offline e de outras campanhas.

Esta é uma informação muito valiosa para ser medida somente uma vez ao mês!

Através das fontes de tráfego você conhecerá os principais canais de marketing de cada conta, saberá com quais campanhas está tendo melhores resultados e em quais canais do cliente vale a pena sua agência investir mais.

No Google Analytics, esses dados,  podem ser encontrados na seção “Aquisição”.

2 – Pageviews

Além do tempo que as pessoas estão gastando em cada página e a sua taxa de rejeição, o Google Analytics fornece também os dados para saber quais artigos foram mais visualizados.

Ao contrário do que possa parecer em um primeiro momento, esta não é uma métrica de vaidade.

Em um blog, os artigos que a audiência mais gostar certamente serão os que terão mais visualizações, certo?

Portanto, para medir o sucesso de artigos em um blog, é importante que seja checado semanalmente o número de vezes que eles foram visualizados!

Saber quais artigos tiveram mais acessos ajudará você a identificar os gostos da sua audiência e deduzir quais tópicos deverão ser abordados nos próximos artigos.

Ao acompanhar esses dados semanalmente, você poderá fazer ajustes à programação do seu calendário de conteúdos das próximas semanas e antecipar os tópicos dos próximos meses, melhorando seus resultados com o blog.

3 – Taxas de conversão de landing pages

Uma das ações mais importantes que ocorrem em um site é quando um visitante se transforma em um lead.

A taxa de conversão de leads é a relação entre o número de visitantes de um site e a quantidade deles que deixam dados que poderão ser usados pela equipe de vendas.

As melhores landing pages coletam os melhores leads e portanto, realizam mais vendas.

É por isso que estar frequentemente atento à porcentagem de visitantes que deixam seus contatos em uma landing page é essencial.

As taxas de conversão de suas landing pages é diretamente proporcional ao número de leads que ela será capaz de gerar.

Portanto, verificar quais landing pages estão convertendo mais é fundamental para que você consiga identificar as características dela que estão dando certo e replicar em outras landing pages.

Uma taxa de conversão muito baixa pode ser um alerta, indicando que algum elemento da campanha, como o conteúdo ou um CTA (Call to Action), pode não estar tendo o desempenho esperado.

4 – Conversão dos Call-to-Actions (ou CTAs)

Uma métrica que você definitivamente precisa de acompanhar de perto é a taxa de conversão dos CTAs.

Após alguém ler seu conteúdo, você quer que essa pessoa dê o próximo passo e clique no CTAs que você espalhou em seu blog.

Basicamente, você precisa saber quantas pessoas clicaram nessa chamada para ação e viram sua landing page.

Primeiro, dê uma olhada em quais CTAs tiveram uma performance melhor no dia. Analise quais as diferenças deles para os outros que você usou.

Conclusão

Estar em constante contato com as métricas de um site é um dos pontos chave de uma boa estratégia de marketing digital.

Analisar algumas destas métricas semanalmente é fundamental para se  manter em uma rota direcionada ao sucesso.

Portanto, faça levantamentos regulares desses números para acompanhar a sua evolução ao longo do tempo. Com os dados dos relatórios em mãos, você poderá ensejar mudanças em suas campanhas e comparar os resultados depois.

É claro que, quando se trata de Analytics, a primeira ferramenta que vem à cabeça o próprio Google Analytics. Além de ser o serviço de análise mais utilizado no mundo, ele traz todos os dados e informações necessários.

Apesar disso, para quem é iniciante no assunto e ainda tem pouca familiaridade com a ferramenta, muitas das métricas trazidas pelo Google Analytics não são de simples compreensão.

Na hora de transformar todos esses dados numa linguagem que seus clientes entendam, considere o uso do DashGoo, uma ferramenta de relatórios que irá ajudar a reduzir a quantidade de tempo que você perde na coleta, organização dos dados e criação de relatórios 🙂

Crie sua conta grátis no DashGoo agora mesmo e confira.

Compartilhe:
Postado em:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *