10 KPI’s Para Medir na Black Friday

A Black Friday está chegando! Com isso, o comércio já se prepara para o período que será o mais movimentado do ano.

De acordo com o Ebit/Nielsen (que produz relatórios sobre o mercado de e-commerce) de 2019, a previsão é de que a BF movimente R$ 3,07 bilhões este ano.

O valor é 18% maior do que o de 2018.

E, para ajudar neste momento lucrativo, separamos, para você, uma dica importante: 10 KPI’s para medir durante a Black Friday, que é a data mais importante para o varejo e o e-commerce no Brasil.

Com análise de KPI (Key Performance Indicator ou, em português, Indicador-chave de Performance), você entende o que está e o que não está funcionando no seu negócio.

1. Tráfego do Site

Começamos nossa lista com um dos KPI’s mais óbvios, mas, de fato, um dos mais importantes.

É preciso saber como está o tráfego do seu site durante a campanha.

Assim, vai entender se melhorou nesse ponto ou não na Black Friday.

2. Origem de Tráfego

E de onde está vindo esse tráfego? É o que tu vais descobrir com o KPI “Origem de Tráfego”.

Dessa maneira, entenderás o que tem dado mais resultado para levar pessoas ao seu site.

3. Tempo no Site

Aqui, será possível saber melhor sobre o interesse do seu público.

Aliás, será que os usuários estão navegando tempo o suficiente em seu site para entender o valor do seu produto/serviço e comprá-lo?

Você pode estar tendo um bom tráfego, mas muitos usuários podem estar clicando e fechando logo em seguida, por exemplo.

Com este KPI, é possível entender melhor sobre a efetividade do trabalho feito para manter o envolvimento dos usuários.

4. Número de Vendas

Outro KPI que é óbvio, porém super importante. Você avaliará quantas vendas foram feitas durante o período da Black Friday.

Dessa forma, saberá se o número cresceu durante a campanha para esta importante data.

O KPI em questão também pode ser comparado a outros dados, como “Tráfego no site”, a fim de verificar o quão eficiente está sendo a estratégia de Marketing.

5. Ticket Médio

Este ponto diz respeito ao valor médio gasto pelos seus clientes em suas compras.

O Ticket Médio é soma de toda a quantia gerada com vendas dividida pela quantidade de vendas.

Se seu negócio faturou R$ 30 mil durante o período e teve 100 clientes, seu Ticket Médio é de R$ 300.

Você ainda pode comprar o Ticket Médio entre meses ou temporadas – entre as Black Fridays de 2018 e de 2019, por exemplo.

6. Taxa de Conversão

Aqui, entenderá melhor sobre a eficácia do site quando o assunto é transformar um visitante em um usuário convertido.

A fórmula para chegar a essa questão é: (número de conversões) / (número de visitantes) = taxa de conversão.

Entretanto, é uma métrica que precisa ser analisada com cuidado.

Só para exemplificar: seu site tem 700 visitantes e taxa de conversão de 9%. E você resolve fazer uma campanha para atingir novos potenciais clientes. Essa ação eleva seu número de visitantes para 1.200, mas sua taxa de conversão cai para 6%.

Nessa condição, não significa que o seu site está numa situação pior. Pode indicar, por exemplo, que os novos usuários não estavam propensos a comprar.

Portanto, é um KPI que precisa ser visto com cautela justamente para não chegar a conclusões equivocadas.

Lembrando que conversão pode ser tanto uma venda como outra ação (um download, um cadastro em um serviço ou uma assinatura em newsletter visando captura de leads, por exemplo).

7. Abandono de Carrinho de Compras

É necessário ter noção sobre o quanto as pessoas estão clicando nos seus produtos, mas abandonando o carrinho de compras logo depois. Certamente, é mais um relevante KPI.

Uma forma de calcular é: (quantidade de usuários que não concluíram o checkout) / quantidade de usuários que iniciaram o checkout) x 100.

Se os números indicarem uma alta taxa de abandono de carrinho, você precisará entender qual o motivo de os usuários estarem desistindo de seus pedidos.

E são muitas as possíveis causas. Entre elas, alto preço final do produto, alto preço de frete, má experiência no fechamento da compra e dificuldades com as formas de pagamento.

Com isso, poderá fazer testes para perceber quais ações poderá tomar para que os usuários concluam a compra e você tenha uma ótima Black Friday.

8. Margem de Lucro

Nada mais é do que o resultado da divisão do seu lucro líquido pelas suas vendas. Essa pequena conta te indicará a lucratividade do seu negócio.

Aliás, é outro dos KPI’s que mostra o quanto seu negócio está rendendo.

9. Taxa de Retenção de Clientes

Este KPI é importante pra quem deseja um crescimento a longo prazo. Isso porque mostrará justamente a permanência dos seus clientes.

Para calcular essa taxa manualmente, é preciso resolver: (número de novos clientes no fim do período analisado) – (número de novos clientes durante período analisado) / (número de clientes no começo do período analisado).

Se também quiser saber sobre como configurar metas no Google Analytics, já falamos sobre isso aqui no blog.

10. Custo de Aquisição de Clientes (CAC)

Aqui você vai saber se seus esforços e investimentos em Marketing para conquistar clientes durante a Black Friday estão valendo a pena. O CAC é a relação entre o valor gasto para conseguir um cliente e a receita que o negócio está gerando.

A conta é: (Valor das ações para captação de conversão no período) / (Número de clientes no período) = (CAC).

Com essa informação, poderás decidir se mantém a mesma estratégia para angariar novos compradores, se adapta ou se muda.

Lembrando que você também pode comparar os KPI’s entre si. Por exemplo, é importante que o valor do CAC sempre esteja abaixo do valor do Ticket Médio.

O motivo: o que tu gastas para conseguir um cliente precisa ser menor do que a quantia que ele gera.

Como vimos, os KPI’s te ajudarão a determinar se seu Marketing está bem sucedido. E, se quiser dashboards — que visam possibilitar o monitoramento dos resultados de uma empresa por diversos indicadores de modo simples e acessível — conheça o Dashgoo.

Analise os KPIs e não só tome ações em cima disso, como também tenha melhores resultados.

E aí? Já está com tudo pronto para colocar a “mão na massa” nesta Black Friday?

Conta para a gente nos comentários!

Compartilhe:
Postado em:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *